top of page
Buscar
  • Foto do escritorPaulo Mateus

Liderar um negócio pode ser muito solitário

É muito difícil criar e liderar um negócio. Nunca nada parece fácil, e depois de cada vitória há sempre três novos desafios para enfrentar.


Uma parte do desafio é extremamente gratificante – lançar um novo produto, aproximar-se de um novo mercado ou ganhar um grande novo projeto é, como todos os que lá estiveram sabem, um sentimento de triunfo e de missão cumprida – tanto maior quantos os desafios que tiveram de ser vencidos.


A questão é que todos estes sucessos são apenas os picos em montanhas muito desafiantes, com todos os altos e baixos, e os vales inevitáveis após cada subida. A melhor maneira de ilustrar este pensamento que encontrei num cartoon há alguns anos e que não resisto a partilhar:



Liderar implica sempre fazer muitas escolhas, algumas delas por vezes difíceis e solitárias. Mas esta solidão é completamente diferente se você gere uma empresa de >€100M ou uma €10M. Numa empresa grande, tem um Conselho de administração, e outros Administradores com quem pode partilhar a tomada de decisões, e muitos Diretores para ajudar a executar as iniciativas planeadas, pelo que está menos propenso a ser absorvido por pequenos problemas do dia-a-dia.


Numa entrevista, o CEO da Apple, Tim Cook, afirmou que um dos desafios da sua posição é "É um trabalho solitário".


Para as empresas mais pequenas, "trabalho solitário" significa outra coisa. Normalmente, os Líderes têm mesmo de tomar a maior parte das decisões, sem pares para o ajudarem. Se pretendem implementar alguma alteração com algum grau de transformação na sua empresa, têm de estar profundamente envolvidos e têm pouca capacidade de delegar: a sua segunda linha de gestão é pequena (normalmente uma ou 2 pessoas-chave), e não existem mãos suficientes no convés para implementar as transformações profundas que os líderes sabem que são necessárias, mas que não têm os recursos em casa para fazê-lo sozinhos.


Esta foi a principal razão pela qual iniciámos o W-Rocket – sabemos como é difícil - todos na nossa equipa já lideraram um negócio – gerindo equipas e enfrentando decisões difíceis todos os dias.


Estamos habituados a trabalhar, como consultores, para grandes empresas [~>50M], que têm recursos para contratar equipas de consultores para grandes projetos e ajudá-las a crescer. Pensámos que as mesmas competências podem ser ainda mais úteis para as empresas mais pequenas, que abordam os mesmos problemas e que onde músculo executivo adicional pode fazer ainda maior diferença.


Esta foi a nossa visão quando decidimos abraçar esta nova aventura– vamos ajudar estas empresas a crescer – ombro a ombro, no terreno, enfrentando as mesmas dificuldades com os nossos clientes, emprestando o músculo executivo extra que necessitam para crescer mais rápido.


Nós vamos ajudar 😊

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page